Boa tarde! Hoje é tera, 07 de julho de 2020

(11) 3104-4441

AGEBB apoia Chapa 6 nas Eleições Cassi 2020

Publicado em: 11/03/2020

Em reunião realizada no último dia 7 de março, na sede da associação no centro de São Paulo, a diretoria da AGEBB oficializou o apoio à Chapa 6 – Todos pela Cassi nas Eleições Cassi 2020, que ocorrem a partir do próxima dia 16. A votação, pelo SisBB, aplicativo da Cassi e nos terminais de atendimento do BB, termina às 18 horas do dia 27 de março. O pleito, que reúne ainda outras duas chapas concorrentes, define os novos membros da Diretoria de Planos de Saúde e Relacionamento com Clientes e Conselho Deliberativo e também para o Conselho Fiscal, em votações separadas.

O apoio da AGEBB à Chapa 6 ocorreu durante encontro que contou com a participação de Jair Antônio Pegorim Miller, candidato a titular 1 do Conselho Deliberativo. “Procuramos a AGEBB por entendermos que é uma importante associação de gerentes do Brasil, que envolve pessoas sérias, competentes e dedicadas, que atuam na representação junto aos seus associados. Também o fizemos por entender que termos uma correlação nos propósitos da entidade com a nossa chapa, principalmente quando falamos de gestão e profissionalização na área”, destaca Miller. “Precisamos de apoio para promovermos mudanças na Cassi que possam ir de encontro aos anseios dos participantes. Como diz o slogan, nosso compromisso é com os associados”, completa.

Diretores da AGEBB anunciaram apoio à Chapa 6 durante reunião no dia 7

Para a formação da Chapa 6 – Todos pela Cassi, o grupo buscou selecionar profissionais da ativa e aposentados, com o objetivo de se construir uma chapa de consenso, como alternativa às demais forças que há anos revezam-se na direção da Cassi, responsáveis pelos sucessivos déficits nos últimos sete anos. Os integrantes foram escolhidos de forma participativa e democrática, em uma convenção organizada pela Associação dos Funcionários Aposentados do Banco do Brasil (AFABB), no dia 25 de janeiro.

A Chapa 6 é encabeçada por Carlos Emílio Flesch para a Diretoria de Planos de Saúde e Relacionamento com Clientes. Jair Miller e Rejane Aparecida Rodrigues Zanello surgem como candidatos ao Conselho Deliberativo como titular 1 e titular 2, com os respectivos suplentes, Maryalba de Nazaré Monteiro de Oliveira e Sérgio Ricardo Menezes da Rocha. Ao Conselho Fiscal, o grupo participa com a Chapa 55 – Todos pela Cassi, com Hamilton Omar Biscalquini e Antonio Roberto Andretta como titulares 1 e 2, e os seus respectivos suplentes, Fernanda Bispo de Souza e Marcia da Conceição Spohr.

Para Francisco Vianna de Oliveira Júnior, presidente da AGEBB, o apoio foi formalizado porque a entidade acredita nas propostas da Chapa 6 – Todos pela Cassi. Além disso, também será fundamental o apoio recíproco à campanha dos candidatos da AGEBB, Aliomar Jardim Pinho e Adriano Domingos, às Eleições Economus 2020. O primeiro concorre a uma das duas vagas no Conselho Deliberativo. O segundo, por sua vez, disputa uma única posição disponibilizada no Conselho Fiscal.

CONHEÇA CINCO PROPOSTAS DA CHAPA 6 AO CONSELHO DELIBERATIVO

AMPLIAR O LEQUE DE COBERTURAS – Agilizar a definição, regulação, incorporação e cobertura de novos procedimentos previstos pela ANS;

REDUÇÃO DAS COPARTICIPAÇÕES – Promover estudos para a redução das coparticipações, em conjunto com as demais diretorias;
LANÇAMENTO DE NOVOS PLANOS – Desenvolver novas modalidades de planos, regionais e/ou com coberturas diferenciadas;

REDUÇÃO DE DESPESAS – Compromisso de investir em tecnologia, modernização e redesenho de processos, auxiliando na redução de despesas da ordem de R$ 300 mi/ano, no período de 2020-2024;

GOVERNANÇA E COMPLIANCE – Promover, em conjunto com as demais diretorias, a melhoria dos processos de Governança e Compliance implementando novos sistemas de acompanhamento.

CONHEÇA CINCO PROPOSTAS DA CHAPA 55 AO CONSELHO FISCAL

EXAMINAR com isenção e especial cuidado, todos documentos, operações e eventuais atos praticados pelos órgãos administrativos e/ou colegiados e verificar a exatidão necessária às boas práticas administrativa e financeira;

DETECTAR eventuais falhas, equívocos e/ou procedimentos que não se enquadrem nos Estatutos e/ou recomendados pela Legislação específica, sugerindo medidas que visem suas correções e enquadramentos regulamentares;

INTERAGIR com a auditoria interna, de modo a aperfeiçoar todas as formas de detecção de anormalidades que possam interferir nas melhores performances de todos os tipos de resultados;
Sugerir medidas e ações que contribuam para o melhor desempenho administrativo/financeiro da Cassi;

EXAMINAR com a necessária atenção, os balancetes mensais e demonstrações contábeis do exercício e emitir parecer conclusivo sobre eles e sobre o Relatório Anual da Diretoria Executiva.

Saiba tudo sobre os candidatos e as propostas das Chapas 6 e 55 – Todos pela Cassi

Fonte: AGEBB