Boa tarde! Hoje é quinta, 15 de abril de 2021

(11) 3104-4441

Banco do Brasil arrecadou R$ 150 milhões com venda de 775 imóveis em 2020

Publicado em: 04/03/2021

A solução utilizada pelo Banco do Brasil para a venda de imóveis de forma digital, trouxe um salto de 37% nas transações da instituição em 2020. Com 775 casas, apartamentos e terrenos vendidos no ano passado, o banco público arrecadou R$ 150 milhões.

“O que antes para a gente era uma despesa se tornou um produto de crescimento exponencial”, comentou o vice-presidente corporativo do banco, Mauro Ribeiro Neto. Em 2019, o BB vendeu 566 propriedades imobiliárias.

Quando considerados os imóveis retomados do crédito, o avanço é de 51%: 719 vendas em 2020, ante 477 em 2019.

A venda de imóveis digitais pelo Banco do Brasil é realizada pela plataforma Seu Imóvel BB. “Todo o processo de venda é feito de forma digital, desde a assinatura eletrônica do contrato até a lavratura da escritura”, informa o banco.

Embora a plataforma já redirecione para outros produtos do banco, o vice-presidente Ribeiro Neto destacou que o BB pretende aumentar as integrações, de forma que o cliente consiga “fazer toda a transação em um lugar só”.

O BB criou, no final de 2020, uma página separada para vender as propriedades rurais retomadas, como sítios, chácaras e fazendas. Segundo a instituição financeira, até o momento, foram vendidas 16 propriedades das 41 disponíveis.

A Resale, que responde pela plataforma, acompanha todo o processo da negociação, desde a oferta até o pós-venda, com o registro em cartório. “Fazemos a gestão de venda dos imóveis, com o objetivo de deixar a experiência de compra mais ágil, poupando o cliente de uma série de tarefas, como ir à agência de relacionamento ou ao cartório”, afirma o sócio fundador, Marcelo Prata.

Além da plataforma online, onde o interessado pode fazer buscas a partir de filtros específicos, como valor e tipo de imóvel, o BB mantém a venda dos ativos por meio de leilões, realizados por leiloeiros credenciados.

Atualmente, os imóveis podem ser comprados à vista, com 3% de desconto ou parcelados em até 12x sem juros.

Fonte: CNN Brasil