Boa tarde! Hoje é domingo, 17 de janeiro de 2021

(11) 3104-4441

Banco do Brasil volta a estudar venda da Cielo, diz jornal O Globo

Publicado em: 07/01/2021

O Banco do Brasil (BBAS3) está avaliando se desfazer da sua participação na Cielo (CIEL3), de acordo com coluna do jornal O Globo, sem dar mais detalhes.

A discussão sobre uma possível saída do banco estatal da Cielo ganhou destaque no começo deste ano, quando foi noticiado que o BB colocou toda a área de cartões em revisão, com a possibilidade de vendas de ativos.

O tema voltou a ganhar destaque em agosto de 2020, quando se comentou a possível venda da fatia do BB na Cielo para o Bradesco (BBDC4).

No entanto, a saída do BB da Cielo é vista como uma operação complexa. Um dos caminhos seria o fechamento de capital da empresa; outra possibilidade seria o Bradesco comprar a participação do BB.

O problema da saída de um dos bancos é que eles são um canal importante para a venda de produtos da Cielo. Com a saída do BB, a atratividade do negócio poderia ser comprometida.

Além disso, BB e Cielo são sócios na joint venture Cateno, que processa transações com cartões de débito do BB.

Banco do Brasil detém 28,65% da Cielo

Atualmente, o Bradesco detém uma participação de 30,06% na Cielo. O BB possui uma fatia de 28,65%. Os dois bancos detêm o controle da empresa, com 58,71% das ações.

Outros 40,94% estão em circulação e 0,35% em tesouraria, segundo o site de relações com investidores da Cielo.

Fonte: Suno Research