Boa tarde! Hoje é domingo, 07 de agosto de 2022

(11) 3104-4441

BB Consórcios cresce 30% em 2021 e chega a R$ 69.1 bilhões administrados

Publicado em: 01/04/2022

O lucro da BB Consórcios cresceu mais de 30% em 2021, registrando um resultado recorrente de R$ 879 milhões frente aos R$ 675 milhões registrados em 2020. A administradora de consórcios – subsidiária integral do Banco do Brasil – encerrou o ano com mais de 1,344 milhão de cotas ativas no setor, representando crescimento de 20,54% de acordo com o ranking geral de mercado. Destaque para o crescimento de 20,35% na base de clientes, que teve mais de 140 mil novos entrantes e alcançou a maior prospecção já registrada pela administradora: mais de 856 mil cotistas.

A BB Consórcios é uma administradora atuante em todos os segmentos e, no quarto trimestre de 2021, atingiu o maior volume de carteira administrada por trimestre de toda sua história, com incremento de mais de 45% em relação ao 4T20, alcançando o total de R$ 69,19 bilhões administrados.

Com resultados históricos como o crescimento na base de clientes, aumento na participação de mercado, recordes em volumes de carteira administrada, expansão do número de cotas ativas e lucro expressivo, o Consórcio BB fecha o ano de 2021 como o melhor ano da sua história.

Para o diretor-presidente da BB Consórcios, Marcel Kitamura, uma das maiores vantagens do Consórcio BB frente à concorrência é ter a rede BB como sua principal força de vendas na prestação de atendimento personalizado de qualidade, com foco no cliente, com dedicação e empenho, contribuindo na realização de sonhos e projetos dos clientes. “Com o objetivo de proporcionar uma experiência de compra cada vez melhor aos clientes, sejam eles correntistas BB ou não, a estratégia da administradora visa firmar ainda mais parcerias, inclusive as digitais, para ampliar os meios de oferta. Essa proposta de diversidade de canais demonstra o alinhamento da administradora com as novas tendências do mercado, agrega resultado ao conglomerado BB e gera valor para os clientes”, afirma o executivo, que atuava como ouvidor externo do BB até o mês passado. Kitamura assume a vaga antes ocupada por Rodrigo Vasconcelos, que passa a ser gerente geral da Unidade Inteligência Analítica, que estava vaga.

Há 35 anos no BB, Marcel tem experiência em áreas de clientes e estratégias de varejo, e atuou em diversas áreas ao longo de sua carreira. Liderou a gerência de estratégias de venda varejo da Diretoria de Micro e Pequenas Empresas, e foi responsável pela segurança de ambiente externo e pela gerência de perdas operacionais e fraudes internas na Unidade de Risco Operacional. Também atuou na Diretoria de Segurança e na Vice-presidência de Riscos.

Recentemente, esteve à frente da Ouvidoria Externa do BB, área gestora das reclamações de clientes em última instância, análises e recomendações de melhorias dos produtos e processos, e relacionamento com reguladores e órgãos de defesa do consumidor. Bacharel em administração de empresas, possui pós-graduação em gestão empresarial, MBA em gestão de pessoas e RH, curso preparatório para executivos BB pela Insper SP e Columbia University, e MBA em gestão estratégica de relacionamento com o Cliente pela FIA-USP.

Fonte: Banco do Brasil

 

Fale Conosco
Precisa de Assessoria Jurídica?
Olá, tudo bem? Como a Assessoria Jurídica pode ajudar você? Mande sua dúvida ou informação que necessita.