Boa tarde! Hoje é segunda, 15 de agosto de 2022

(11) 3104-4441

Conselheira alerta sobre mudanças que ameaçam a Previ e os fundos de pensão

Publicado em: 15/10/2021

Além dos desafios da crise econômica, a Previ e os fundos de pensão enfrentam outros riscos. “Precisamos ficar sempre atentos com o que eu chamo de ameaças externas, que são resoluções, projetos de lei e outras regulamentações que possam trazer prejuízos aos associados. Os fundos de pensão administram hoje mais de R$ 1 trilhão e é claro que isso desperta a cobiça do mercado. São muitas as investidas que a gente vem sofrendo, em especial nos últimos anos”, alerta a conselheira deliberativa Luciana Bagno no podcast abaixo, editado a partir da live do dia 16 de setembro dos diretores e conselheiros eleitos da Previ.

“Ora o mercado tenta entrar nas nossas entidades para administrar os nossos recursos, ora tenta levar os nossos recursos pra serem administrados pelo mercado. E ora até mesmo interferindo diretamente na gestão dos nossos fundos”, acrescenta a conselheira deliberativa eleita.

Entre essas ameaças ela cita o PLP 268, “que visa tirar a representação dos trabalhadores dos fundos de pensão e colocar o mercado lá dentro pra gerir os nossos recursos”; a CGPAR 25, que permite a terceirização da gestão; a EC 103, que abre a possibilidade de o participante levar os seus recursos para outra entidade fechada ou até mesmo para uma entidade aberta; e o PL 2337, já aprovado na Câmara, que propõe uma dupla tributação dos fundos de pensão, cobrando IR nos investimentos e depois novamente quando o trabalhador receber o benefício.

Para barrar esses ataques, advertiu Luciana Bagno na live, “é muito importante a atuação dos eleitos e dos associados, junto as entidades representativas de aposentados, os sindicatos e a Anapar”, para pressionar os parlamentares.

Fonte: Associados da Previ

Fale Conosco
Precisa de Assessoria Jurídica?
Olá, tudo bem? Como a Assessoria Jurídica pode ajudar você? Mande sua dúvida ou informação que necessita.