Boa tarde! Hoje é sbado, 13 de agosto de 2022

(11) 3104-4441

Dúvida em edital de concurso, BB confirma Cassi para novos funcionários

Publicado em: 30/07/2021

O acesso dos novos funcionários à Caixa de Assistência dos Funcionários do Banco do Brasil (Cassi) era uma dúvida desde o lançamento do edital do concurso para escriturário, no dia 23 de junho.

A ANABB entrou em contato com o BB em busca de esclarecimentos sobre a questão, tendo em vista que no edital da seleção não consta, entre as vantagens para os novos funcionários, o acesso ao plano de saúde.

“Esse foi um dos pontos no edital que nos chamou atenção, pois o acesso à Cassi sempre foi um dos atrativos para os novos funcionários. Nas negociações com as entidades representativas, o BB assumiu o compromisso de ofertar o plano de saúde para todos. Em conversa com o presidente do Banco solicitei que o compromisso fosse público”, explica o presidente da ANABB, Augusto Carvalho.

Segundo o diretor de Gestão de Culturas e Pessoas do BB, Thiago Affonso Borsari, o Banco de Brasil tem esclarecido o assunto e irá reforçar alguns materiais de comunicação para evitar dúvidas.

“Com relação à questão apresentada sobre a assistência saúde para os novos funcionários do Banco do Brasil que ingressarão no concurso vigente, confirmo que todos os empossados terão acesso à assistência saúde enquanto estiverem na ativa. O funcionário poderá fazer a opção pelo plano”, afirmou Borsari.

IMPACTOS DA CGPAR

Com a não inclusão do acesso ao plano de saúde no edital, o Banco está se submetendo à resolução CGPAR – (Comissão Interministerial de Governança Corporativa e de Administração de Participações Societárias da União), publicada em janeiro de 2018. De acordo com o artigo 11 da Resolução nº 23 “os editais de processos seletivos para admissão de empregados das empresas estatais federais não deverão prever o oferecimento de benefícios de assistência à saúde”.

“Outro ponto que deve ser levado em consideração é que esses funcionários não terão mais direito ao subsídio da Cassi após a aposentadoria, ou seja, o patrocinador não arcará mais com a metade do valor do plano do associado aposentado, o que representa mais uma precarização dos funcionários. Mas vamos continuar combatendo a CGPAR nº 23 em todas as esferas”, concluiu o presidente Augusto Carvalho.

Fonte: Agência ANABB

Fale Conosco
Precisa de Assessoria Jurídica?
Olá, tudo bem? Como a Assessoria Jurídica pode ajudar você? Mande sua dúvida ou informação que necessita.