Boa tarde! Hoje é sbado, 13 de agosto de 2022

(11) 3104-4441

Funcionários do Banco do Brasil aprovam reivindicações específicas

Publicado em: 22/05/2022

No Encontro Estadual dos Funcionários do Banco do Brasil, realizado no dia 14 de maio, durante o 7º Congresso Estadual dos Bancários e das Bancárias, foram aprovadas as reivindicações específicas (veja abaixo) que serão levadas para o debate no 33º Congresso Nacional dos Funcionários do Banco do Brasil (CNFBB). O evento nacional, a ser realizado no dia 9 de junho, de forma híbrida, com a parte presencial em São Paulo, é que definirá a minuta a ser apresentada à direção do Banco do Brasil

Antecedendo o debate das reivindicações específicas, os delegados e delegadas presentes ao congresso discutiram as condições de trabalho nas agências do BB no Espírito Santo. Uma das questões apresentadas foi a pressão para o cumprimento de metas, que continua tirando o sossego e adoecendo os trabalhadores, assim como a carência de trabalhadores nas agências. Os depoimentos não serão identificados para proteger os funcionários.

“O trabalho é cada vez maior, mais complexo, e a gente recebe cada vez menos por isso. Não passamos num concurso para sermos vendedores. Estamos cansados, exaustos e os conflitos estão aparecendo. Tivemos várias agências fechando, número de funcionários sendo reduzido. Se o colega vai para o home office, não pode ser responsabilizado pela superlotação da agência. A corda já estava lá para arrebentar”, afirmou uma bancária.

Os funcionários enfrentam, também, problemas de infraestrutura, como internet que não funciona. Até para realização de cursos relacionados ao trabalho os bancários precisam, muitas vezes, utilizar pacotes de uso privado de internet.

Outro problema levantado foi em relação às Plataformas de Suporte Operacional (PSO), onde os funcionários que exercem a função de caixa têm vários direitos desrespeitados. Dentre as reivindicações desses bancários estão o fim das metas negociais, manutenção da função de caixa, fim do deslocamento de funcionários das PSOs para as salas de autoatendimento, criação de cargos de assistentes nas PSOs, entre outras.

Também houve críticas à gestão do banco, que, por exemplo, não prioriza os pequenos agricultores. “O Pronamp não veio para atender quem precisava, os pequenos não conseguiram pegar o dinheiro. Precisamos de políticas públicas, pois o BB tem a tarefa de executar essas políticas”.

Os funcionários defenderam um projeto de banco que ultrapasse governos, que seja um projeto de Estado, com o Banco do Brasil cumpridor do seu verdadeiro papel social e de fomentador do desenvolvimento do país.
Avaliação da Campanha

O momento seguinte foi a avaliação da Campanha Salarial no BB 2020/2022, aprovada pelos presentes na forma apresentada pelo Sindicato.

Reivindicações aprovadas

  • Solicitar uma liberação de dirigente sindical para cada 250 bancários de base.
  • Excluir da cláusula de “liberação para participação em atividades sindicais” a frase que diz: caberá ao administrador confirmar a autorização, observada a conveniência do serviço.
  • Alterar a cláusula que trata da “movimentação transitória em decorrência de afastamento por licença-saúde”, tornando obrigatória essa transição e exigindo o cumprimento imediato da medida.
  • Sobre a cláusula de faltas abonadas, voltar ao texto anterior do acordo, prevendo que serão cumulativas e conversíveis em espécie. Exclusão dos parágrafos primeiro, segundo e terceiro.
  • Na cláusula sobre caixa-executivo, pedir o pagamento de vantagem em caráter pessoal para portadores de lesão por esforço repetitivo (VCP-Dort-Ler).
  • Incluir cláusula sobre VCP para todos os empregados que trabalham com entrada de dados.
  • Na cláusula de férias, estabelecer que sejam efetivamente definidos os períodos com participação dos funcionários de cada unidade.
  • Incluir cláusula para que sejam viabilizadas melhores condições para visitas a clientes e tentar estabelecer em mesa a diminuição do número de visitas semanais.
  • Resgatar da minuta de reivindicações 2011/2012 a proposta que trata de ascensão profissional.

Delegados ao CNFBB

Foram eleitos para o evento nacional, que vai acontecer de forma híbrida (on-line e presencial), os seguintes delegados e delegadas, entre titulares e suplentes: Bethânia Emerick, Claudia Patrícia Pinheiro, Eliel dos Anjos, Glória Dias, Goretti Barone, Gustavo Luz Raft e Sebastião Ceschim.

Fonte: Sindicato dos Bancários do Espírito Santo

 

Fale Conosco
Precisa de Assessoria Jurídica?
Olá, tudo bem? Como a Assessoria Jurídica pode ajudar você? Mande sua dúvida ou informação que necessita.