Boa tarde! Hoje é quarta, 06 de julho de 2022

(11) 3104-4441

MPF pede 25 anos de prisão para ex-presidente do BB e Petrobras

Publicado em: 24/08/2017

O Ministério Público Federal em Curitiba denunciou, nesta terça-feira (22), o ex-presidente do Banco do Brasil e da Petrobras, Aldemir Bendine, pelos crimes de corrupção passiva, lavagem de dinheiro, organização criminosa e embaraço à investigação. Ele teria, ainda, recebido uma propina de R$ 3 milhões da Odebrecht para proteger a empreiteira dentro da Petrobras.

Mais seis pessoas foram denunciadas juntamente a Bendine, entre eles o marqueteiro André Gustavo Vieira da Silva, preso na 42ª da Lava-Jato; e Marcelo Odebrecht, ex-presidente da empresa que leva seu nome. O Ministério Público Federal (MPF) pediu 25 anos de prisão para Bendine.

“Os elementos de prova são fortes. Enquanto presidente da Petrobras, ele recebeu propina para favorecer a Odebrecht”, afirmou o procurador Athayde Ribeiro da Costa.

Como provas estão e-mails enviados por Bendine para o departamento jurídico da Petrobras, nos quais ele ventilava a possibilidade de suspender medidas tomadas contra a empreiteira durante a deflagração das primeiras fases da Lava-Jato, principalmente em relação à Odebrecht Óleo e Gás e ao Estaleiro Paraguaçu.

A empresa de publicidade de André Gustavo Vieira da Silva intermediava os negócios ilícitos. De acordo cm o MPF, Bendine e o marqueteiro combinaram e efetuaram o recolhimento de impostos para dificultar a investigação.

Fonte: Jornal do Brasil

Fale Conosco
Precisa de Assessoria Jurídica?
Olá, tudo bem? Como a Assessoria Jurídica pode ajudar você? Mande sua dúvida ou informação que necessita.