Boa tarde! Hoje é sexta, 19 de agosto de 2022

(11) 3104-4441

Participantes do Grupo C, Aliomar e Adriano combatem déficits e buscam gestão transparente de recursos

Publicado em: 26/02/2020

Administrador de formação e com mais de quatro décadas de trabalho entre Nossa Caixa e Banco do Brasil, Aliomar Jardim Pinho, 58 anos, é o candidato da AGEBB ao Conselho Deliberativo. Ele ingressou em 1976 na então Caixa Econômica do Estado de São Paulo como office-boy e posteriormente foi aprovado em concursos para auxiliar de escrita em 1983 e operador de Renda Fixa II em 1987. Entre dezembro de 1988 e março de 2012, ele foi gerente em vários postos e agências em São Paulo. Antes de aposentar-se em 2016, foi assistente operacional II no Cenop-Imobiliário, atuando nas equipes de Financiamento a Produção e Middle Office Pessoa Jurídica.

Adriano Domingos, candidato ao Conselho Fiscal, desenvolveu sua carreira nas áreas de Gestão Financeira e de Pessoas. Ingressou na Nossa Caixa em 1991 e sete anos depois iniciou sua carreira gerencial. Entre 2009 e 2011, foi gerente geral do BB em Colina, interior paulista. Desde então, passou a atuar como gerente de módulo.

As propostas de trabalho dos dois candidatos da AGEBB, que são participantes do Grupo C, nas Eleições Economus 2020 convergem para gestões transparentes e comprometidas com os recursos financeiros do instituto e a busca incessante pelo diálogo. Confira as propostas de cada um deles.

Aliomar Jardim Pinho (Conselho Deliberativo)

Propostas

• Ser o elo de ligação entre os participantes com o Economus, com atento acompanhamento nas discussões e no tratamento das demandas (ou) dos assuntos relacionados as decisões que possam (ou venham) futuramente onerar o instituto, os planos previdenciários e de saúde, e consequentemente, os participantes;

• Atento acompanhamento dos planos previdenciais e de saúde, buscando a prevenção de eventuais futuros déficits, dificuldades e/ou problemas estruturais, que penalizam os participantes com aumento das contribuições para coberturas de rombos financeiros;

• Verificar o cumprimento das regras estatutárias estabelecidas para os planos previdenciário e assistencial; registrando e divulgando de forma inteligível, através de atas, quando houver desvios dessas regras;

• Propor planos e estabelecer normatizações condizentes com os cenários econômico, previdenciário e seguridade, à época, para o bom funcionamento e a consequente longevidade dos planos previdenciais e de saúde e do Economus;

• Para maior transparência e mais fácil entendimento, propor o retorno das atas das reuniões dos conselhos Deliberativo e Fiscal, em substituição às notas técnicas, bem como a publicação em sítio específico para ciência dos participantes.

Adriano Domingos (Conselho Fiscal)

Propostas

• Obedecer o princípio da equidade, ou seja, cumprir as regras com ética e controle rigoroso das contas, que uma vez bem geridas não oneram o participante, obrigado hoje a fazer aportes para equacionar o saldo negativo do instituto;

• Buscar os princípios da governança colegiada com transparência a apreciação das contas, contribuindo para um melhor desenvolvimento do Economus, sem deixar de opinar individualmente, apesar de serem decisões colegiadas;

• Atender os interesses do instituto e de seus participantes, em especial na apuração das responsabilidades causadoras do agravamento do déficit no Economus e no plano de saúde dos aposentados, o Feas;

• Contribuir para dar credibilidade às análises financeiras do instituto, com a responsabilidade de buscar a sustentabilidade e o equilíbrio econômico e saudável dos planos administrados pelo Economus;

• Cuidar da verificação do atendimento das obrigações legais e estatutárias por parte da administração do instituto, que deve ser pautada pela sustentabilidade dos planos, eficiência operacional e otimização dos custos administrativos e assistenciais;

• Ter atenção para as decisões de investimento – verificando se as mesmas podem evidenciar prática de ato ilícito por parte dos administradores – e as relativas aos processos de controle de riscos, os quais devem respaldar as tomadas de decisões.

Fonte: AGEBB

Fale Conosco
Precisa de Assessoria Jurídica?
Olá, tudo bem? Como a Assessoria Jurídica pode ajudar você? Mande sua dúvida ou informação que necessita.