Boa tarde! Hoje é sexta, 01 de julho de 2022

(11) 3104-4441

Escolha de agência de publicidade foi técnica, afirma BB

Publicado em: 26/04/2017

SÃO PAULO – (Atualizada às 9h07) O Banco do Brasil (BB) afirmou que o processo de licitação para escolha de suas novas agências de publicidade obedeceu a legislação e foi pautado por critérios éticos.

Por meio da assessoria de imprensa, a instituição informou que vai publicar na quarta-feira todas as propostas técnicas que foram apresentadas na licitação para escolha de suas novas agências de publicidade, junto com as notas atribuídas pela comissão técnica responsável pela avaliação. De acordo com o posicionamento do BB, isso “possibilitará a verificação de todo o processo por qualquer interessado”.

Reportagem publicada nesta terça-feira pela “Folha de S.Paulo” aponta o vazamento do resultado da licitação antes da abertura dos envelopes, que foi realizada na manhã de segunda-feira.

O jornal obteve o nome da primeira colocada na disputa, a agência Multi Solution, na quinta-feira, e o registrou em cartório. No processo, foram classificadas mais duas agências, a Nova/sb e a Z+. As três vão dividir um contrato de R$ 500 milhões por 12 meses, prorrogáveis por até 60 meses.

“O Banco do Brasil informa que o processo de licitação para escolha das novas agências de publicidade obedeceu rigorosamente a legislação e a definição das vencedoras foi norteada por critérios técnicos, conforme parâmetros previstos em edital público”, afirmou a instituição por meio da assessoria de imprensa.

Na nota, o BB negou que tenha havido “qualquer tipo de embate entre agências de publicidade na audiência pública” realizada ontem para a abertura dos envelopes, rebatendo informação da “Folha” de que concorrentes pediram ontem uma recontagem dos votos, que alterou a classificação do segundo e do terceiro lugar na disputa.

“A audiência cumpriu com normalidade todos os procedimentos previstos em edital para apuração das empresas vencedoras da licitação, incluindo a abertura em sequência dos dois envelopes com as propostas técnicas que compõem a nota final de cada participante”, disse o BB.

Segundo a “Folha”, houve direcionamento no BB para favorecer a Multi Solution. A reportagem indicou que houve forte disputa entre pelo menos quatro agências para o segundo e o terceiro lugares, mas a Multi Solution nunca teve a liderança ameaçada.

O contrato do BB é a maior concorrência realizada no governo Michel Temer. A suposta fraude atinge o banco num momento em que sua diretoria, liderada por Paulo Caffarelli, tenta aproximar o BB das práticas de gestão e rentabilidade dos grandes concorrentes privados. A Multi Solution negou ter sido favorecida.

(Talita Moreira | Valor)

Fale Conosco
Precisa de Assessoria Jurídica?
Olá, tudo bem? Como a Assessoria Jurídica pode ajudar você? Mande sua dúvida ou informação que necessita.