Boa tarde! Hoje é sbado, 15 de junho de 2024

(11) 3104-4441

BB disponibiliza R$ 3,5 bilhões em limite de crédito para reconstrução de municípios gaúchos

Publicado em: 23/05/2024

Como forma de apoiar a reconstrução da infraestrutura do Rio Grande do Sul, o Banco do Brasil aprovou nesta terça-feira, 14, R$ 3,5 bilhões em limite de crédito às prefeituras gaúchas. Os valores são destinados à linha Programa Eficiência Municipal e contarão com até 12 anos para pagamento. Também haverá carência estendida, de até dois anos, e taxas diferenciadas. As análises das solicitações serão realizadas caso a caso, em esteira priorizada.

Outra medida adotada pelo Banco do Brasil é o envio ao RS de duas unidades do BB Móvel – agências modulares itinerantes que oferecem atendimento em locais onde houve sinistro ou interrupção calamidade pública. Severiano de Almeida, cidade a 400km de Porto Alegre, já hospeda uma unidade da Carreta Agro – estrutura bancária móvel que percorre anualmente 250 mil km conduzindo negócios com produtores rurais por todo o país – para atendimento presencial. Ao todo, 49 agências do Banco do Brasil no estado permanecem fechadas, sendo que 14 ainda se encontram alagadas.

O BB também habilitou automaticamente todos os clientes do Rio Grande do Sul para atendimento gerencial via App BB, por meio da ferramenta Fale Com o Seu Gerente, e todos eles contam com atendentes 24h por dia na Central de Relacionamento do Banco do Brasil, com a possibilidade de conduzir transações bancárias entre 7h e 22h. Os telefones da CRBB são 4004 0001 (capital e região metropolitana) e 0800 729 0001 (demais localidades).

Clientes do RS com consórcio no Banco do Brasil podem diluir até seis parcelas no saldo devedor, tanto para cotas contempladas como não contempladas. Também foi simplificado o processo de pagamento de imóvel, com esteira especial, dispensa de documentos e isenção de tarifas. Outra novidade é a flexibilização para resgate dos planos Brasilprev. E, para clientes PJ, haverá isenção de aluguel das máquinas Cielo até o fim do ano.

“Nos solidarizamos e estamos mobilizados em relação à tragédia que atinge o Rio Grande do Sul. Desde o primeiro momento, no dia 2 de maio, lançamos diversas iniciativas de apoio ao Estado, além do apoio humanitário e flexibilizações negociais para todos os segmentos. São atitudes importantes que contribuem para amenizar este momento de dor. Continuamos acompanhando de perto a situação e estamos empenhados para que o Rio Grande do Sul possa começar a se reconstruir o quanto antes, com o apoio da sociedade brasileira e internacional”, afirma Tarciana Medeiros, presidenta do Banco do Brasil.

Todas essas medidas se somam às outras que já haviam sido anunciadas pelo BB ao longo das últimas semanas, como a alocação de recursos próprios e oriundos da campanha solidária de arrecadação que já ultrapassam os R$ 60 milhões. Além de doação, o BB ainda atua com apoio humanitários e flexibilizações negociais. Confira:

Seguros
A BB Seguros priorizou o atendimento aos segurados da região nos canais de atendimento para melhor acolhê-los e tem realizado contato ativo com clientes para avisar sobre a disponibilidade de cobertura dos seguros Residencial, Auto, Empresarial e Rural.

A seguradora também reforçou e priorizou a esteira de assistências e sinistros, além de simplificar o processo de abertura e análise.

Também foram ampliados os valores dos serviços de limpeza, cobertura de telhados e desentupimento previstos nas apólices dos seguros Residencial e Empresarial. Reguladores e peritos foram enviados para as regiões atingidas, com possibilidade de realizar a vistoria presencialmente ou de forma remota.

Crédito
O Banco do Brasil decidiu pela manutenção de disponibilidade de crédito e avaliação de risco para PF, PJ e produtores rurais. As micro e pequenas empresas terão à disposição linhas governamentais e próprias com condições diferenciadas. Além disso, os clientes terão carência de até seis meses para pagamento da primeira parcela na renovação ou contratação de BB Crédito Consignado e BB Crédito Salário.

Adicionalmente, como anunciado pelo Governo Federal na última semana, serão disponibilizados R$ 1 bilhão para subvenção econômica de juros no Pronampe (operado pelo BB e pela CEF) e R$ 4,5 bilhões para concessão de garantias de crédito no Fundo Garantidor de Operações no Pronampe por todo o sistema financeiro. Produtores rurais contarão com mais R$ 1 bi para subvenção de juros ao Pronaf e Pronamp, em operação conjunta do BB, CEF e cooperativas de crédito. As medidas aguardam regulamentação para entrar em vigor.

Renegociação de dívidas
O BB também definiu ações para renegociação de dívidas dos clientes:

· Renegociação de dívidas com taxas diferenciadas, com até 180 dias de carência e até 120 meses para pagamento;

· Suspensão das ações de cobrança e de negativação de clientes localizados em munícipios afetados;

· Pula Parcela com a prorrogação de até três parcelas para as linhas Reescalonamento PJ, Renegociação Massifica e Renegociação Especial;

· Pula Parcela Emergencial PJ para as linhas BB Capital de Giro Digital e BB Financiamento PJ, que permite a prorrogação extraordinária de até seis parcelas;

· Linhas de repactuação de dívidas (Reperfilamento PJ), com prazo de até 60 meses para as empresas do RS;

· Pronampe: repactuação de dívidas para até 72 meses;

· Repactuação de quatro parcelas de capital e encargos básicos das operações de financiamento imobiliário e empréstimo com garantia de imóvel, que serão transferidas para o final do cronograma;

Além disso, os clientes agro do Rio Grande do Sul terão as operações prorrogadas de acordo com as necessidades individuais. O Banco também implementou medidas simplificadoras, para atender principalmente nas operações da agricultura familiar, dispensando a apresentação de laudos individuais.

Cartões e cobrança
O saldo devedor das faturas de cartões Ourocard não pagas integralmente durante o período de calamidade será transportado para o mês seguinte, sem incidência de encargos. Também serão suspensas as ações de cobrança e de negativação de clientes localizados em municípios afetados.

Também haverá isenção ou estorno de tarifas dos produtos Cobrança Bancária, Pagamentos em Lote e Débito Automático de clientes MPE por 60 dias (1º/5 a 30/6). E será priorizada a emissão dos Cartões Pagamento Defesa Civil.

Doações
O BB está recebendo doações de qualquer valor por meio da conta abaixo:

Banco do Brasil – 001

Agência 1607-1
Conta 51.000-9
Pix: pix.enchentesrs@fbb.org.br
IBAN (para remessas internacionais): BR7700000000016070000510009C1

Além da doação em espécie, é possível contribuir com pontos Livelo. A cada ponto doado pelos clientes, a Livelo irá doar outro. Atletas patrocinados pelo BB também se engajaram na divulgação da campanha de arrecadação.

Ao todo, o Conglomerado foi responsável pelo envio de R$ 60 milhões ao RS. E, além da doação em espécie, 20 unidades das AABB (Associação Atlética Banco do Brasil) estão recebendo itens de primeira necessidade, sendo que dez delas também foram mobilizadas para acolher pessoas desabrigadas.

Fonte: Banco do Brasil

Fale Conosco
Precisa de Assessoria Jurídica?
Olá, tudo bem? Como a Assessoria Jurídica pode ajudar você? Mande sua dúvida ou informação que necessita.