Boa tarde! Hoje é sexta, 19 de julho de 2024

(11) 3104-4441

Prefeita de VG sanciona lei autorizando município emprestar R$ 20 milhões do BB

Publicado em: 22/03/2018

A prefeita Lucimar Campos (DEM), sancionou, nessa terça-feira (13.03), a Lei Nº 4.340/2018, aprovada pela Câmara de Vereadores de Várzea Grande, que autoriza o Poder Executivo a contratar operações de crédito no valor de R$ 20 milhões, junto ao Banco do Brasil S.A, para obras de infraestrutura. A lei de autorização foi publicada no Diário Oficial dos Municípios (AMM), dessa terça-feira (13).

De acordo com assessor especial da Prefeitura de Várzea Grande, Olindo Pasinato, a operação de crédito junto à instituição bancária está em fase de aprovação, entrega de documentos, depois disso é que o município irá licitar empresa para elaborar os projetos.

“O município escolheu levar asfalto para os bairros com mais carência e dificuldades. O projeto todo está orçado em R$20 milhões. A Prefeitura está entrando com R$2 milhões de contrapartida, ao todo serão levadas 25 km de asfalto, um pouco em cada rua, esse é que é o financiamento. O projeto pretende levar asfalto em ruas dos bairros; São Matheus; Joaquim Curvo; Vila Vitória; Hélio Ponce; Ponte Nova; Figueirinha, Vila Arthur; Vila Arthur II; Jardim Glória I e II; Nova Fronteira; Parque Mangabeiras; Mapim; Jardim Esmeralda; Asa Branca; Santa Isabel; Cidade de Deus; Eldorado; Paula I; Asa Bela”, afirmou Pasionato.

Segundo ele, o prazo total do empréstimo será de 96 meses com carência de 12 meses e amortização 84 meses. Olindo disse que o banco não irá liberar dinheiro antecipado, ele explicou que primeiro o município deverá executar a obra, medir, emitir nota fiscal e só depois encaminhar ao banco, para só então o recurso ser liberado para o município para o pagamento da empreiteira, ou empresário responsável pela obra.

“Se tudo andar bem, vamos ver se em março ou abril conseguimos assinar. Mas já enquadrada a carta posso soltar em abril a parte do projeto, então em maio, junho ou julho eu posso lançar a licitação de obras. A orientação da prefeita é que seja dividido por regiões e licite quatro lotes, de forma que comece em todos os bairros ao mesmo tempo. Se der certo, teremos quatro ou cinco empresas dependendo do número de lotes que vamos fazer, e dar ordem de serviço para todas elas começarem ao mesmo tempo. ”, finalizou.

Fonte: FGV Notícias

Fale Conosco
Precisa de Assessoria Jurídica?
Olá, tudo bem? Como a Assessoria Jurídica pode ajudar você? Mande sua dúvida ou informação que necessita.