Boa tarde! Hoje é segunda, 24 de junho de 2024

(11) 3104-4441

Seguro de carro: cumpra seus deveres para não ficar sem cobertura

Publicado em: 08/08/2023

Você, associado da AGEBB, tem o seguro auto para o seu carro? Especialmente nas grandes cidades, ele é fundamental para locomover-se com segurança pelas ruas, protegendo-se contra acidentes, quebras, incêndios e furtos. Nessa área, a associação conta com o apoio e a parceria da Boaventura Seguros desde 2011.

Casos recentes que têm sido apresentados pela imprensa levantam um alerta aos proprietários de veículos segurados. Em um dos episódios, o dono do carro chega a um restaurante, entrega as chaves para um “funcionário” que se identifica como sendo do serviço do vallet. Na saída, fica surpreso ao saber que seu carro não está no estacionamento e que tal “funcionário” não faz parte da empresa.

O proprietário do automóvel, nesse caso, acabou sendo enganado por um criminoso que se passou por “funcionário” do estabelecimento. Ele tentou obter a indenização da companhia seguradora, que não a pagou sob a justificativa de que ele foi enganado em uma fraude. O proprietário recorreu, mas acabou perdendo em todas as instâncias, amargando um sério prejuízo financeiro.

Diante desse tipo de episódio, a AGEBB e a Boaventura Seguros lançam o alerta de alguns pontos de atenção essenciais para que, em caso de sinistro, o segurado não tenha problemas com a indenização. É importante, antes de mais nada, ler atentamente o contrato de seguro antes de assiná-lo e verificar quais são as coberturas oferecidas e as exclusões previstas na apólice.

Para que isso não aconteça com você e seus familiares, aí vão algumas dicas importantes para o seguro de automóveis.

Existem algumas regras para que a indenização do seguro seja paga. Quando elas não são cumpridas, o segurado perde o direito a receber os valores. Em primeiro lugar, seja sempre claro com as informações, inclusive do perfil do usuário, e não exclua absolutamente nada, seja em relação ao uso do veículo ou local de residência. Em caso de mudança de perfil, avise sempre a seguradora.

Obviamente, há casos de exclusão de pagamento de sinistros que são explícitos aos segurados, mas por vezes negligenciado por eles. Está previsto em lei e na apólice de seguros que não é permitido dirigir embriagado, por exemplo. Emprestar o carro para um condutor não habilitado também não gera indenização.

Ações consideradas como agravo do risco precisam ser evitadas. Se o carro foi estacionado com o vidro aberto, a chave foi deixada no contato enquanto o motorista estava ausente, ou qualquer outra situação que exponha o carro a um risco desnecessário for constatada, a negação do pagamento da indenização do seguro acontecerá. Qualquer mudança estrutural no veículo que seja realizada após a vistoria também precisa ser comunicada à seguradora.

Você foi a um restaurante que havia serviço de manobrista e esse bateu seu carro? A seguradora também não fará a indenização. Caso seu carro seja exposto a situações de risco, como brigas de torcedores ou manifestações públicas, e seja danificado, você não terá direito a receber a indenização.

No caso do sinistro apresentado no princípio deste texto, é preciso sempre verificar se o manobrista do restaurante realmente é funcionário da empresa, conferir data, horário de entrada e saída, de preferência fazer checklist e pedir o comprovante ou recibo com os dados corretos, verificar se o manobrista possui habilitação e que não seja menor de idade.

Se tiver algum problema para receber os valores que acredita ter direito, converse com a seguradora e entenda o que está acontecendo. Se não entrarem em um acordo, então terá de procurar os seus direitos na justiça.

Fonte: AGEBB com agências

Fale Conosco
Precisa de Assessoria Jurídica?
Olá, tudo bem? Como a Assessoria Jurídica pode ajudar você? Mande sua dúvida ou informação que necessita.