Banco do Brasil inova e lança cobrança bancária pelo WhatsApp

Publicado em: 02/09/2021

Os clientes do Banco do Brasil agora podem registrar boletos, fazer comando de instrução e consultas pelo WhatsApp. De forma simples e intuitiva, o BB é a primeira instituição financeira a permitir a emissão de boletos em uma tela de conversas pelo WhatsApp.

Para utilizar a funcionalidade, o cliente acessa o WhatsApp do BB (61) 4004-0001, inicia uma conversa com o especialista PJ, o assistente virtual do BB no aplicativo, digitando “#PJ” e escreve “Preciso registrar um boleto”. Na tela de conversas, serão solicitadas as informações do pagador do boleto (CPF, nome, endereço, complemento) e os detalhes de pagamento (valor, vencimento). Confirmadas as informações, o boleto é gerado e o cliente já pode encaminhar ao pagador.

Além do registro, também é possível realizar consultas, bastando digitar “Preciso consultar um boleto”, e alterar boletos registrados com comandos de instrução “Preciso alterar um boleto”. As duas opções permitem a geração de um PDF para compartilhamento.

“Imagine o pequeno empreendedor, que já usa o WhatsApp para atender clientes e lidar com fornecedores. Ele tem que fazer tudo, está sempre envolvido com seu negócio. Vende, entrega, atende os clientes, lida com sua equipe. Com essa solução via WhatsApp, com pouquíssimos dados, ele conseguirá emitir um boleto e enviar para seus próprios clientes. Ou seja, estamos ajudando nosso cliente PJ a aumentar sua chance de receber pagamentos com uma solução de extrema simplicidade e facilidade, suportada por inteligência artificial”, conta Pedro Bramont, diretor de negócios digitais do Banco do Brasil.

Assistente PJ

Em 2020, o BB saiu na frente e foi o primeiro banco a oferecer um assistente especializado em pessoa jurídica no WhatsApp. Além das transações da cobrança, o assistente realiza atendimentos sobre crédito, capital de giro, desconto de títulos, desconto de cheques, folha de pagamentos, conta corrente, cartão de crédito, suporte técnico e realiza consultas de saldo, extrato e limite do cartão.

Fonte: Banco do Brasil

 

BB passa a oferecer atendimento por assistente de voz do Google

Publicado em: 13/06/2019

Os correntistas do Banco do Brasil (BB) já podem conseguir atendimento por meio do assistente de voz do Google. Sem necessidade de digitar, pessoas físicas e jurídicas poderão ser atendidas falando a frase “OK, Google… falar com o Banco do Brasil” com o aplicativo aberto. Segundo a instituição, a solução é inédita no sistema financeiro.

O recurso está disponível para os smartphones com sistema operacional Android e iOS. Para os usuários deste último sistema, é necessário instalar o aplicativo Google Assistente. Na primeira etapa, a tecnologia apresenta algumas funções para pessoas físicas e jurídicas, a emissão de senhas para atendimento presencial e a localização de agências. Ao falar “Encontre o BB”, o cliente poderá consultar endereços e traçar a rota por meio do Google Maps.

WhatsApp

O Banco do Brasil também anunciou novos recursos para o atendimento via inteligência artificial por WhatsApp, que oferece consultas, transferências, pagamentos e saques. Agora, o correntista pode pagar boletos com o uso de fotografias e pedir atendimento por meio de mensagens de áudio. O usuário também pode cadastrar um apelido para o bot (robô que faz o atendimento).

O aplicativo do banco para smartphones trouxe novidades na última atualização. A função “Pagar e Receber”, pela qual é possível transferir ou receber recursos por meio de Códigos QR (desenho que aparece na tela para ser escaneado) agora está disponível para transações entre bancos diferentes e permite monitorar e controlar quem fez os pagamentos.

Os clientes do Banco do Brasil também podem transferir dinheiro apenas por meio da agenda de contatos do celular.

Realidade virtual

Na feira Ciab Febraban,congresso de tecnologia da informação para instituições financeiras, o Banco do Brasil apresentou um estande de atendimento por meio de realidade virtual. Em fase de testes, o ambiente simula o funcionamento de uma agência bancária, em que o cliente é atendido com o uso de óculos de três dimensões. O congresso ocorre até esta quinta-feira (13) em São Paulo.

Fonte: Agência Brasil

BB busca automatizar atendimento por chatbot

Publicado em: 11/01/2018

Adequando à tendência de automação do atendimento, o Banco Brasil planeja atingir mais consumidores com a tecnologia chatbot – assistente virtual. A informação é da Coluna do Broad, do jornal O Estado de São Paulo.

De acordo com a publicação, o banco chegou ao final de 2017 atendendo 70% dos assuntos tratados no canal. O foco para este ano é atingir 100%.

A tecnologia está disponível apenas nas redes sociais do banco.

Tendência

O chatbot cresceu significativamente em 2017. A tecnologia agiliza o atendimento e reduz os custos com call-centers. Atualmente, diversos bancos e empresas financeiras já adotaram o chatbot para solucionar os problemas dos clientes.

Fonte: Giro Business

Plano de Incentivo à Aposentadoria do BB teve 9,4 mil adesões

Publicado em: 20/12/2016

O Banco do Brasil informou hoje (12), em comunicado ao mercado, que 9.409 empregados aderiram ao Plano Extraordinário de Aposentadoria Incentivada (Peai). A adesão ao plano estava aberta até a última sexta-feira (9). O público potencial que poderia aderir ao programa era de 18 mil pessoas.

Com essa adesão, o banco terá despesas com pagamento de incentivos em 2016 de R$ 1,4 bilhão. Entretanto, em 2017 a estimativa é de redução de despesas com pessoal no valor de R$ 2,3 bilhões.

No dia 21 de novembro, o banco anunciou medidas de reestruturação, como fechamento de agências, ampliação do atendimento digital, redução de jornada de trabalho e o Peai.

Por meio do plano, o banco concedeu incentivo de desligamento correspondente ao valor de 12 salários, além de indenização pelo tempo de serviço, que varia de um a três salários, a depender do tempo de banco (entre 15 e 30 anos completos). Para aderir era preciso já estar aposentado pela Previdência Social ou ter 50 anos de idade e, no mínimo, 15 anos de trabalho no banco.

Fonte: http://exame.abril.com.br/negocios/bb-estima-despesa-de-r-14-bi-com-plano-de-aposentadoria/