Concurso do Banco do Brasil: sai o resultado das provas objetivas

Publicado em: 05/11/2021

A Fundação Cesgranrio divulgou nesta quinta-feira (4) o resultado das provas objetivas e as notas preliminares da redação do concurso público do Banco do Brasil para 4.480 vagas de escriturário.

Os candidatos podem pedir vista da prova de redação e fazer o pedido de revisão das notas se obtiver nota inferior a 70 até esta sexta-feira (5). O resultado dos pedidos de revisão das notas de redação será divulgado em 12 de novembro. Já o resultado final do concurso deve sair em 21 de dezembro.

São 2.240 imediatas e 2.240 para formação de cadastro de reserva, para todos os estados e o Distrito Federal. A seleção é para o cargo de escriturário, com os nomes de relacionamento de agente comercial e agente de tecnologia.

Foram 1.645.975 inscritos para concorrer às vagas de escriturário, mas 765.545 ( 48%) faltaram no dia da prova, realizada em 26 de setembro.

A divisão das vagas é a seguinte:

  • 2 mil vagas para Escriturário – Agente Comercial, mais 2 mil de cadastro reserva, para atuação nas unidades de negócios em todos os estados e no Distrito Federal;
  • 240 vagas de Escriturário – Agente de Tecnologia, e outras 240 para cadastro de reserva, com foco em Conhecimentos de TI, para vagas somente no Distrito Federal.

O cargo de escriturário possui nomenclaturas específicas para uso no relacionamento com o mercado, que variam de acordo com a unidade em que o funcionário está lotado. Para este concurso, os candidatos puderam concorrer para agente comercial, que trabalha na rede de agências do BB, em todo o país, ou para agente de tecnologia, que assume na área de Tecnologia, em Brasília.

Exigências e remuneração

Para participar da seleção, foram exigidos certificado de conclusão ou diploma de curso de nível médio e idade mínima de 18 anos completos até a data da contratação.

A remuneração inicial é de R$ 3.022,37, para jornada de 30 horas semanais. O banco oferece ainda ajuda alimentação/refeição de R$ 831,16 por mês e, cumulativamente, concede cesta alimentação no valor mensal de R$ 654,87.

Há possibilidade de ascensão e desenvolvimento profissional; participação nos lucros ou resultados; vale-transporte; auxílio-creche; auxílio a filho com deficiência e previdência complementar. Os funcionários do BB possuem ainda acesso à Universidade Corporativa Banco do Brasil (UniBB).

Do total, 5% das vagas são reservados para pessoas com deficiência e 20% para candidatos que se autodeclararem pretos ou pardos.

Foram ofertadas vagas em dependências situadas em todos os estados e no Distrito Federal. No momento da inscrição, o candidato teve de escolher a UF/Macrorregião/Microrregião e a cidade de realização das provas.

Ou seja, ao optar por concorrer a determinada UF/Macrorregião/Microrregião, o candidato foi automaticamente vinculado a ela para fins de realização de provas, de classificação e de contratação.

A seleção tem validade de um ano, a contar da data de publicação do edital de homologação dos resultados finais, podendo ser prorrogada, uma única vez, por igual período. Ou seja, é nesse período que o banco pode chamar os candidatos aprovados.

Concurso ocorre após banco lançar PDVs

O concurso foi lançado após o Banco do Brasil anunciar em janeiro a abertura de dois Programas de Demissão Voluntária com a previsão de adesão de cerca de 5 mil funcionários.

Em fevereiro, o BB informou que haviam sido validadas 5.533 adesões aos dois programas de desligamentos voluntários anunciados em janeiro.

Em julho de 2019, o banco anunciou outro plano de desligamento incentivado. Aderiram ao PDV 2.367 funcionários.

Fonte: Globo.com

Concurso Banco do Brasil divulga imagem do cartão-resposta

Publicado em: 28/10/2021

O concurso Banco do Brasil 2021 divulgou a imagem do cartão-reposta das provas objetivas. A publicação está disponível no site da Fundação Cesgranrio, organizadora.

Para acessar é necessário preencher os dados solicitados para entrar na área restrita apenas aos inscritos na seleção.

Os gabaritos já foram divulgados e será considerado aprovado quem conseguir aproveitamento de, no mínimo, 50% do total da pontuação do conjunto das provas objetivas, de 50% em Conhecimentos Básicos e também de 50% na parte Específica.

Além disso, será eliminado o candidato com nota zero em qualquer uma das disciplinas. A redação, por sua vez, é exclusivamente de caráter eliminatório, no modelo de um texto dissertativo-argumentativo.

A avaliação terá uma pontuação igual a 100, sendo necessário obter 70 pontos ou mais para ser aprovado.

Confira o cronograma do concurso do Banco do Brasil

  • Divulgação dos resultados das provas objetivas e das notas preliminares de Redação – 04/11/2021
  • Vista da prova de Redação e pedido de revisão das notas para os(as) candidatos(as) que obtiverem nota inferior a 70,0 (setenta) no site da FUNDAÇÃO CESGRANRIO (www.cesgranrio.org) – 04 e 05/11/2021
  • Resultado dos pedidos de revisão de notas de Redação e convocação dos(as) candidatos(as) que se autodeclararem pretos(as) ou pardos(as) – 12/11/2021
  • Aferição da veracidade da autodeclaração prestada por candidatos(as) concorrentes às vagas reservadas para pessoas pretas ou pardas – 16 a 22/11/2021
  • Resultado da avaliação da veracidade da autodeclaração prestada por candidatos(as) concorrentes às vagas reservadas para pessoas pretas ou pardas – 02/12/2021
  • Interposição de eventuais recursos quanto ao resultado da avaliação da veracidade da autodeclaração prestada por candidatos(as) concorrentes às vagas reservadas para pessoas pretas ou pardas – 02 e 03/12/2021
  • Prazo para atualização de endereço, se necessário, na página da FUNDAÇÃO CESGRANRIO (www.cesgranrio.org.br) – 14/12/2021
  • Previsão de divulgação dos resultados finais – 21/12/2021

Fonte: Folha Dirigida

Concurso do Banco do Brasil tem abstenção de 48%

Publicado em: 01/10/2021

Quase metade dos inscritos no concurso do Banco do Brasil não compareceu aos locais de aplicação de prova no domingo (26). Foram 1.645.975 inscritos para concorrer às vagas de escriturário, mas 765.545 ( 48%) faltaram no dia da prova.

Segundo o Banco do Brasil, o percentual está dentro do esperado e segue a média histórica dos últimos concursos. Nesta segunda-feira (27), os candidatos tiveram acesso ao gabarito das provas, divulgado pela Cesgranrio, banca responsável pelo certame. Também já é possível preencher um formulário para entrar com recurso em relação às questões formuladas ou gabaritos divulgados.

Já o prazo para corrigir algum erro cadastral vai de 29 e 30 de setembro. O resultado final está previsto para 21 de dezembro.

Segundo a Fundação Cesgranrio, organizadora do processo seletivo, este foi o maior concurso da história do Banco do Brasil. Para atender aos mais de 1,5 milhão de inscritos, foram 2.673 locais de prova em 147 cidades em todos os estados do país e no Distrito Federal.

“Tomamos todos os cuidados necessários por conta da pandemia, com espaçamento entre os candidatos, com álcool em gel e com a exigência de utilização de máscara, para que a nossa sociedade possa estar protegida”, disse o presidente do BB, Fausto Ribeiro.

De acordo com o banco, 5% das vagas foram reservadas para pessoas com deficiência. Além disso, 20% foram para cumprimento de cotas para pessoas pretas ou pardas.

A remuneração inicial para o cargo é de R$ 3.022,37, para jornada de 30 horas semanais, além de ajuda alimentação/refeição de R$ 831,16 por mês e cesta alimentação no valor mensal de R$ 654,87, na forma do Acordo Coletivo de Trabalho – ACT.

Vagas:

  • Escriturário – Agente Comercial: 2 mil vagas
  • Cadastro reserva para atuação em unidades de negócios: 2 mil vagas
  • Escriturário – Agente de Tecnologia: 240 vagas
  • Cadastro de reserva, com foco em conhecimentos de TI: 240 vagas

Fonte: Globo.com

 

Concurso Banco do Brasil: trabalho remoto promete economia de R$ 1 bilhão

Publicado em: 02/09/2021

Ao que tudo indica, os próximos aprovados no concurso Banco do Brasil podem se preparar para a possibilidade de trabalharem em home office. Projetos recentes do banco trazem foco no trabalho remoto e remodelação dos escritórios.

De acordo com Gustavo Henrique, gestor de engenharia e patrimônio do Banco do Brasil, o banco instaurou um projeto, que se transformou em um programa, focado em melhorar a forma de trabalhar e os conceitos de transformação dos espaço.

Com o trabalho remoto, o banco se esforçou para equalizar e melhorar os ambientes e os conceitos de trabalho. Os pilares foram eficiência mobiliária, mudança organizacional e cultura e uma transformação digital com itens de tecnologia

Com isso, os modelos dos escritórios passaram por mudanças. Ao todo, 43 prédios foram utilizados como público alvo, em que foram utilizados o conceito de open space, de compartilhamento de assentos.

Por exemplo, um funcionário do Banco do Brasil, ao trabalhar em home office, poderia agendar uma sala e uma estação de trabalho, compartilhando com outros colegas, em datas pré-definidas.

Estas medidas otimizaram os espaços e em torno de 40% dos edifícios do Banco do Brasil poderão passar por desocupações ou vendas.

“O trabalho remoto é a alavanca que vai trazer a otimização do espaço”, comentou o gerente. “Ao longo de 10 anos, teremos uma economia e eficiência de mais de 1 bilhão de reais”.

Fonte: Direção Concursos

Concurso BB: mais de 40 mil inscritos no cargo de Agente de Tecnologia

Publicado em:

Ao todo, mais de 40 mil candidatos se inscreveram no concurso Banco do Brasil para o cargo de Agente de Tecnologia, que oferta 240 vagas imediatas para lotação de Brasília.

O número exato de inscritos é de 40.224 para o cargo de Agente de Tecnologia, sendo a divisão por ampla, cotas de negros e de pessoas com deficiência:

  • Ampla concorrência: 31.734 inscritos
  • Pessoas Negras: 7.932 inscritos
  • Pessoas com Deficiência: 558 inscritos

Com isso, a demanda total de candidatos por vaga é de aproximadamente 167 candidatos/vaga. Considerando o valor das vagas imediatas e de Cadastro de Reserva, a demanda seria de 83,8 candidatos/vaga.

Enquanto isso, a quantidade de inscritos ao cargo de Agente Comercial foi de 1.605.751 candidatos. A região Sudeste contou com a maior quantidade de interessados, com 595.690 inscritos.

O prazo final para o pagamento da taxa de inscrição do concurso Banco do Brasil ocorreu no dia 9 de agosto. Agora, candidatos se preparam para aplicação das provas previstas para o dia 26 de setembro.

O edital do concurso Banco do Brasil foi publicado com a oferta de 2.240 vagas imediatas e 2.240 para formação de cadastro de reserva no cargo de escriturário, que exige nível médio. A remuneração inicial é de R$ 3.022,37.

Fonte: Direção Concursos

 

Concurso Banco do Brasil 2021: confira a concorrência por região

Publicado em: 19/08/2021

O concurso Banco do Brasil 2021 surpreendeu a todos devido a seu alto número de inscritos, que entrou para a história! Confira aqui a divisão desse número por regiões do país.

O concurso, que está sob a organização da Fundação Cesgranrio , recebeu mais de 1,6 milhão de inscritos. As inscrições se encerraram no último dia 7 de agosto de 2021.

Na última quinta-feira, 12 de agosto, foi divulgada a relação do número de inscritos para as regiões do país. Confira:

O concurso nacional que entrou para a história por seu número de inscrições oferece 4.480 vagas de nível médio para o cargo de Escriturário. A metade desse número, 2.240, será destinada a formação de cadastro reserva.

Os contratados cumprirão uma jornada de trabalho de 30 horas semanais. As oportunidades para o cargo de Escriturário apresentam 2 perfis diferentes:

Agente Comercial (Escriturário Tradicional) – 4 mil vagas, sendo 2 mil imediatas e 2 mil para cadastro reserva; e
Agente de Tecnologia (Escriturário voltado para a área de TI) – 480 vagas, sendo 240 imediatas e 240 para cadastro reserva.

A remuneração para a carreira é de R$ 4.508,40, já incluindo os benefícios disponíveis para os contratados. Entre eles está o auxílio-alimentação de R$ 831,16 e a cesta alimentação de R$ 654,87. Os demais benefícios são:

participação nos lucros (geralmente paga duas vezes ao ano);
planos de saúde e odontológico;
previdência privada com participação do banco;
auxílio-creche/babá; e
auxílio ao filho com deficiência.

Ao todo, o novo concurso do BB recebeu, de acordo com a banca do certame, 1.645.975 inscritos. Desse número, 1.605.751 concorrem à vaga de Agente Comercial, enquanto que 40.224 concorrem à vaga de Agente de Tecnologia.
Provas do concurso acontecerão em setembro

As provas do concurso estão programadas para o dia 26 de setembro de 2021. Os candidatos deverão realizar uma prova objetiva e uma redação no tempo máximo de 5 horas.

Para a avaliação objetiva, 70 questões deverão ser respondidas, sendo 25 sobre Conhecimentos Básicos e 45 sobre Conhecimentos Específicos.

A redação, por sua vez, possuirá o modelo dissertativo-argumentativo e valerá 100 pontos. Para a aprovação, o candidato deve atingir o mínimo de 70 pontos.

Fonte: Nova Concursos

MPT pede nulidade de edital de concurso BB por menos vagas para deficientes

Publicado em: 13/08/2021

O Ministério Público do Trabalho no Distrito Federal (MPT-DF) processou o Banco do Brasil após identificar irregularidades que dificultam a contratação de Pessoas com Deficiência (PcD). A procuradora Flávia Bornéo Funck pediu a declaração de nulidade do Edital nº 1 de 2021, aberto para o cargo de escriturário.

Ela aponta ilegalidade de requisitos para inscrição, como a exigência ultrapassada de laudo com a Classificação Internacional de Doenças e Problemas Relacionados à Saúde (CID-10) para comprovação da deficiência. Flávia cita outros problemas, como a previsão de quantitativo de oferta de vaga no patamar mínimo de 5% – insuficiente para corrigir o déficit atual –, a não convocação prioritária das pessoas com deficiência, a adoção indevida de classificação de corte para PcD, mesmo alcançando a nota mínima.

A possibilidade de eliminação do candidato pela equipe multiprofissional após a aprovação e a não previsão de adaptação durante o período de experiência são outros pontos levantados pela desembargadora.

Em vigor desde 1991, o artigo 93 da Lei nº 8.213 determina que empresas com mais de 1.000 empregados devem preencher 5% de suas vagas com Pessoas com Deficiência. No caso do Banco do Brasil, por se tratar de sociedade de economia mista, esta contratação se dá por meio de concurso público.

Entretanto, atualmente, o banco estatal preenche apenas 1,69%, tendo 1.637 pessoas com deficiência ou reabilitadas em seu quadro, em universo de 96.616 empregados. Há, portanto, um déficit de 3.194 trabalhadores.

Apesar da legislação existir há 30 anos e dos editais preverem a reserva de 5%, o Banco do Brasil nunca chegou perto da marca mínima. A procuradora Flávia Funck explica que a conta não fechará tão cedo, pois, com o déficit atual, o chamamento de novos aprovados no percentual mínimo de 5% não será suficiente para corrigir a defasagem.

Ela também critica as limitações impostas pelo edital, que afastam candidatos com deficiência ou eliminam possíveis aprovados que atingiram a nota mínima do concurso, mas são ‘cortados’ pela restrição prevista do número máximo de vagas. “Com a Previsão de vagas que consta no Edital, na melhor das hipóteses, alcança-se um total de 135 convocações, além de 134 possíveis convocações em Cadastro de Reserva (total de 269), sendo que o déficit atual é de 3.194”, esclarece a procuradora.

Flávia demonstra, a partir de números do próprio BB, que houve crescimento do cumprimento da Cota Legal de 0,09% em três anos, quando o banco passou de 1,60% para 1,69%. Nesse ritmo, seriam necessários 103 anos para o cumprimento integral.

“Ocorre que há um ‘efeito cascata’ que é decorrente, justamente, da não adaptação das normas editalícias às disposições constitucionais, convencionais, legais e regulamentares, resultando em exclusões injustificadas de pessoas com deficiência nas diversas fases do concurso”.

A procuradora foi à Justiça e pediu a nulidade do Edital nº 1 de 2021. Ela quer que seja elaborado novo documento com os seguintes tópicos:

I) Previsão de contratação prioritária de pessoas com deficiência;

II) Não adoção do critério de classificação de corte (posição-limite) para os candidatos com deficiência, de modo a sujeitá-lo apenas às notas mínimas nas fases objetivas e subjetivas;

III) Não condicionamento da inscrição à apresentação de Laudo Médico em que conste o código CID ou à apresentação de Laudo expedido em prazo menor de três anos quando a deficiência for permanente;

A Ação Civil Pública também cobra indenização, a título de dano moral coletivo, de R$ 50 milhões, em razão do reiterado descumprimento da legislação vigente há trinta anos. Segundo a procuradora, o valor é devido em razão do “enorme prejuízo representado pela não contratação de trabalhadores com deficiência pelo Banco do Brasil”.

O Processo será julgado pela 9ª Vara do Trabalho de Brasília. O Correio procurou a assessoria de imprensa do Banco do Brasil para obter um posicionamento da estatal sobre o pedido do MPT e aguarda um retorno. O espaço segue aberto para manifestações.

Fonte: Correio Braziliense

 

Concurso Banco do Brasil: mais de 114 mil se inscreveram no Distrito Federal

Publicado em:

Após anunciar o recorde de mais de um milhão e meio de inscritos no concurso do Banco do Brasil, a instituição informou a quantidade de cadastros para o Distrito Federal. Foram contabilizados 114.778 inscrições, sendo 74.554 inscritos para o cargo de Escriturário – Agente Comercial e 40.224 para Escriturário – Agente de tecnologia.
Desse total, 1.621 se inscreveram para as vagas reservadas às Pessoas com Deficiência e 20.987 para as vagas reservadas às Pessoas Pretas e Pardas.

O concurso do Banco do Brasil reserva chances para todos os estados e o Distrito Federal. Na última quarta-feira (11/8), o banco informou que recebeu 1.645.975 inscrições no total. E, segundo a Fundação Cesgranrio, banca organizadora da seleção, trata-se do maior concurso da história do país.

Foram registrados 1.605.751 inscritos para as vagas de Escriturário – Agente Comercial e 40.224 inscritos para as vagas de Escriturário – Agente de Tecnologia. As inscrições terminaram no último dia 7.

A Fundação Cesgrario é organizadora da seleção. As chances são para os Estados o Acre, Alagoas, Amapá, Amazonas, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rondônia, Roraima, Santa Catarina, São Paulo, Sergipe, Tocantins e no Distrito Federal. O salário iniciail é de R$ 3.022,37.

As chances são distribuídas da seguinte forma:

– 2 mil vagas para Escriturário – Agente Comercial, mais 2 mil de cadastro reserva, para atuação nas unidades de negócios;

– 240 vagas de Escriturário – Agente de Tecnologia, e outras 240 de cadastro de reserva, com foco em Conhecimentos de TI.

Segundo o banco, o cargo de escriturário possui nomenclaturas específicas para uso no relacionamento com o mercado, que variam de acordo com a unidade em que o funcionário está lotado.

Para este concurso, os candidatos podem concorrer para Agente Comercial, que trabalha na rede de agências do BB, em todo o país, ou para Agente de Tecnologia, que assume na área de Tecnologia, em Brasília.

Etapas

Para participar da seleção, é preciso ter certificado de conclusão ou diploma de curso de nível médio, expedido por instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação, Secretarias ou Conselhos Estaduais de Educação e idade mínima de 18 anos completos, até a data da contratação.O concurso será composto de aplicação de provas objetivas, de caracteres eliminatório e classificatório, prova de Redação, de caráter eliminatório, aferição da veracidade da autodeclaração prestada por candidatos (as) pretos (as) ou pardos (as), e procedimentos Admissionais e Perícia Médica.

A realização das provas está prevista para o dia 26 de setembro de 2021 e seguirá os protocolos de prevenção à Covid-19, conforme regras do edital.

As provas irão conter questões de Conhecimentos Básicos (25 questões): Língua Portuguesa, Língua Inglesa, Matemática e Atualidades do Mercado Financeiro e Conhecimentos Específicos (45 questões), de acordo com a vaga pretendida:

– Agente de Tecnologia:
Probabilidade e Estatística, Conhecimentos Bancários e Tecnologia da Informação.

– Agente Comercial:
Matemática Financeira, Conhecimentos Bancários, Negociação e Vendas e Conhecimentos de Informática.

Remuneração e benefícios

A remuneração inicial é de R$ 3.022,37, para jornada de 30 horas semanais, ajuda alimentação/refeição de R$ 831,16 por mês e, cumulativamente com o benefício de ajuda alimentação/refeição, o Banco concede a cesta alimentação, no valor mensal de R$ 654,87, na forma do Acordo Coletivo de Trabalho – ACT. Há possibilidade de ascensão e desenvolvimento profissional; participação nos lucros ou resultados, nos termos da legislação pertinente e acordo sindical vigente; vale-transporte; auxílio-creche; auxílio a filho com deficiência; e previdência complementar.

Os funcionários do BB possuem, ainda, acesso à Universidade Corporativa Banco do Brasil (UniBB), que promoveu 3,5 milhões de ações de capacitação apenas em 2020. “Estamos sempre investindo no encarreiramento dos nossos funcionários. Agora em maio, lançamos um movimento interno, chamado de ‘evolution’, para trazer oportunidades de qualificação profissional, direcionadas para o incremento e desenvolvimento de competências digitais”, destaca o presidente do BB.

O Banco irá oferecer bolsas de idiomas, incentivos para graduação, pós-graduação lato sensu, mestrado e doutorado, oportunidades de mentoria, compartilhamento de experiências e hackathons. “A nossa cultura organizacional é baseada em valores consolidados de foco no cliente, ética, inovação, senso de dono, confiabilidade, eficiência e espírito público”, finaliza Fausto.

O prazo de validade da esgotar-se-á após um ano a contar da data de publicação do Edital de Homologação dos resultados finais, podendo ser prorrogado, uma única vez, por igual período, a critério exclusivo do banco. “Nosso objetivo é atrair novos talentos, em nível nacional, que se identifiquem com nosso propósito de cuidar do que é valioso para as pessoas. Em decorrência da pandemia, tivemos o cuidado de definir um cronograma mais extenso para realizar a inscrição, possibilitando mais tempo de estudo aos candidatos”, explica Fausto Ribeiro, presidente do BB.

Fonte: Correio Braziliense

Concurso Banco do Brasil: lucro de R$10 bilhões favorece PLR

Publicado em: 06/08/2021

O Banco do Brasil lucra R$ 5,032 bilhões no segundo trimestre e eleva o seu lucro líquido para R$10 bilhões, nos seis primeiros meses do ano. Os ganhos favorecem os empregados aprovados no concurso Banco do Brasil, que recebem Participação nos Lucros e Resultados (PLR).

Como Folha Dirigida mostrou em reportagem de julho deste ano, todos os anos, os ganhos com a PLR podem chegar ao dobro do salário.

Segundo informou a Assessoria de Imprensa do Banco do Brasil, cada escriturário recebeu R$ 9.255,24, referentes à PLR, em 2020.

Esse valor foi pago em duas parcelas semestrais, sendo a primeira de R$ 4.845,65 e a segunda de R$ 4.409,56. Os ganhos dos escriturários referentes ao primeiro e segundo semestres de 2020 foram pagos nas seguintes datas:

R$ 4.845,65 – PLR 2020/1 (paga em 11/09/2020); e
R$ 4.409,59 – PLR 2020/2 (paga em 12/03/2021).

O lucro líquido do BB favorece o aumento dessas parcelas. Isso porque, segundo o Sindicato dos Bancários, a PLR é paga semestralmente e os valores correspondem à soma do módulo Fenaban e do módulo BB.

Pelo módulo Fenaban, o funcionário recebe 45% do salário estabelecido em acordo, acrescido de parcela fixa a ser definida pelo banco para cada semestre.

Já o módulo BB é formado por uma parcela constituída pela divisão entre os funcionários de 4% do lucro líquido verificado no semestre mais uma parcela que varia conforme cumprimento do Acordo de Trabalho (ATB) ou conexão.

Além dos ganhos iniciais de R$4.508,40, sendo R$3.022,37 de salário-base, R$831,16 de auxílio-alimentação/refeição e R$654,87 de cesta alimentação, os contratados contam com auxílio-transporte e outros benefícios, como:

  • planos de saúde e odontológico;
  • previdência privada com participação do banco;
  • auxílio-creche/babá; e
  • auxílio ao filho com deficiência.

Fonte: Folha Dirigida

 

Concurso Banco do Brasil: inscrições aos interessados vão até dia 28

Publicado em: 22/07/2021

As inscrições para o concurso público do Banco do Brasil podem ser realizadas até o dia 28 de julho. Serão 2.240 vagas imediatas e 2.240 para formação de cadastro de reserva. O processo é feito pelo site da Cesgranrio e a taxa custa R$ 38. Com o concurso, o banco vai contratar 4.480 pessoas para o cargo de escriturário.

Com as oportunidades, será possível trabalhar em todos os Estados e Distrito Federal. O candidato precisa ter ensino médio completo e idade mínima de 18 anos completos até a data de admissão.

Serão oferecidos salários de R$ 3.022,37, para uma jornada de 30 horas semanais. O banco também oferece auxílio-refeição no valor de R$ 831,16 por mês e cesta alimentação de R$ 654,87. A lista de benefícios inclui: participação nos lucros ou resultados, vale-transporte, auxílio-creche, auxílio a filho com deficiência e previdência complementar.

Fonte: IstoÉ Dinheiro